Dicionário de termos nordestinos (parte 2)

ATARENTADO – Aperriado, desnorteado, perdido.
AVALIE – Imagine.
AVEXADO – Apressado.
AZOGADO – Virado na peste, puto, agoniado, brabo.
AZUADO – Alguém desligado.
AZULAR – Dar o fora.
BABÃO – Puxa saco, xeleléu.
BACURIM – Porco novo.
BAE DE CUIA – No jogo de futebol, corresponde a lençol.
BAITINGA – Tratamento informal entre velhos amigos, no sentido pejorativo o mesmo que BAITOLA, depende da entonação da voz.
BAITOLA – Viado. (A palavra tem origem na construção da primeira estrada de ferro do Ceará. O chefe da obra era um engenheiro inglês, muito afetado, que repetia “atenção para a baitola” se referindo a bitola (distância entre os trilhos).
BAIXA DA ÉGUA – Lugar distante.
BAIXAR O LOMBO – Emagrecer.
BALAÇAR A TANAJURA – Dançar.
BALADEIRA – Estilingue.
BALAIO – Cesto feito de cipó ou palha, sem alça.
BALDEAR – Perturbar.
BALEADEIRA – Baladeira, atiradeira, bodoque, estilingue.
BAMBA – Cambaleante. Sem equilíbrio.
BANANA – Parte do boi conhecida no Sudeste do Brasil como lagarto.
BANANA-PRATA – Banana-branca.
BANCA – Aula particular fora do curso regular. Reforço escolar
BANDA – Lado, parte lateral, pedaço.

BANGÜÊ – Caixa retangular com 4 cabos de madeira para transporte de materiais de construção.
BANHO DE ASSEIO – Banho em que a pessoa lava apenas os órgãos genitais.
BANHO SAPECADO – Banho rápido e incompleto.
BARNABÉ – Funcionário de prefeitura.
BARNEI – (bá) Pessoa nova no lugar.
BARRÃO – Porco novo usado como reprodutor.
BARREADO – Confuso, sem saber o que fazer ou o que dizer.
BASCULANTE – Vitrô.
BATATA-DO-REINO – Batata.
BATENTE – Obstáculo de madeira ou concreto construído no chão para impedir que a água entre pela porta.
BATER A CAÇULETA – Morrer.
BATER FÔFO – Não cumprir um compromisso.
BATER SETE FREGUESIAS – Andar por vários lugares.
BATER UMA EM INTENÇÃO DE – Masturbar-se pensando especificamente em alguém.
BATORÉ – Baixinho.
BEBER COM FARINHA – Ingerir bebida alcoólica demais.
BEBEU – (bébéu) Boneca de pano.
BEIÇO – Lábio
BEIJU – Biju. Guloseima feita com massa de mandioca. Há quatro tipos: capeado (fino e seco), malcasado (mais consistente), molhado e sarolho (seco, salgado e mais solto).
BEM-EMPREGADO – Bem-feito! Frase usada para dizer que o castigo foi merecido.
BENÇA – Pedido de benção.
BERADEIRO – Matuto, Tabaréu.
BEREU – Zona; baixo meretrício; cabaré.

Publicado em 01/02/2010, em Todo conteúdo e marcado como . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe Um Comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: